quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Nas córdias da vida

A vila é bela como umcorpo europeu do século XVII, aparentemente limpo, lindo organizado e cheiroso; se porta como uma dama tomando chá com o presidente da alta sociedade; isso é a início a aparencia que temos da vida, esta tudo lindo e organizadamente perfeito, esta tudo bom vivemos brincando, até estudar se torna divertido, jogar bola com os amigos, pular corda, ser um serelepe e aproveitar a vida. Mas o tempo vai passando e vai se descobrindo cada vez mais a vida como ela é, podre feito uma européia de 'cirolas', mais dsorganização, cada vez mais a vida lhe cobra; a princípio seus pais passam a encher seu saco o tempo todo, mas eles apenas querem que a vida se mostre o menos fedida possível, passa-se a ter horários, obrigações, tudo de uma vida corriddaemonótona. Você tenta respirar mas não pode pois sua vida já é o odor europeu, mas isso não é nada pois quando ela se despir meu caro você verá o que fez com sua mísera vida. Muitos se matam por verem a merda que fizeram por todo aquele tempo e saiba que antes de pulo a vida estava nua acompanhando aquele pobre ser e ao morrer não se preocupe pois ela sairá vestida a procura de outras vítimas.

A vida é a intensa rainha e todos nós somos seus escravos desvalorizados
~Pense e reflita


-x-

Escrito no dia 20/05/2009 (quarta-feira) meio lógico porém
depressivo momento de pura aflição lhe juro.

Me sinto mal ao lembrar de tudo aquilo! E pensar que textos
extremamente depressivos e ainda mais eulíricos não foram postados
por serem um dos ultimos de 2009.
PS>Odeio futebol é paenas um referencia pois muitas
crianças, e até eu, jogam bola na sua infância.

Um comentário:

  1. gosto muito do jeito que vc escreve [jádisseisso,né?] ;x 1BJ

    ResponderExcluir